Giacobo anuncia novo complexo hospitalar para São Miguel do Iguaçu

PGM 38.00_25_24_18.Still003

Giacobo anuncia novo complexo hospitalar para São Miguel do Iguaçu

O deputado Fernando Giacobo (PR) anunciou a entrega nesta quinta-feira, 22, do novo Complexo Hospitalar Municipal, para a população de São Miguel do Iguaçu. “É um complexo de sete mil metros quadrados que abriga um  hospital, uma maternidade e uma unidade de pronto atendimento 24 horas. A população de São Miguel do Iguaçu está de parabéns em receber este importante equipamento de saúde. É uma luta que começou em 2013”, disse Giacobo.

O complexo hospitalar, segundo Giacobo, é modelo para o Paraná e vai atender pelo SUS (Sistema Único de Saúde). “São cinco pavilhões com 38 leitos e dois centros cirúrgicos. Além de toda a estrutura equipada com sistema de climatização central, o complexo tem gerador próprio”, disse o deputado, que viabilizou junto ao governo federal a maior parte dos recursos, de R$ 11 milhões, para o empreendimento.

“Quero deixar claro que o complexo hospitalar foi viabilizado graças a essa profícua parceria entre os governos federal e estadual e a prefeitura de São Miguel do Iguaçu. O nosso trabalho foi o de garantir os recursos para a construção e para equipar este importante complexo hospitalar”, afirmou Giacobo.

 Atendimento – O deputado também adiantou que já conversou com o prefeito Claudio Dutra (PR), que através da prefeitura e apoio do Estado e da União, vai entregar o hospital com uma equipe de profissionais para fazer o imediato atendimento aos moradores de São Miguel do Iguaçu. “Os filhos de São Miguel vão voltar a nascer numa maternidade da cidade e isso é muito importante para a autoestima e orgulho são-miguelenses”, disse.

Até então, São Miguel do Iguaçu não contava com um hospital municipal. Atualmente, todo o atendimento de saúde é feito na Unidade de Saúde 24 horas, porém, com uma infraestrutura inadequada. “O novo hospital poderá atender de quatro a cinco mil pacientes por mês. Os moradores de São Miguel não vão mais precisar se deslocar para Missal, Medianeira ou Foz do Iguaçu para tratar da sua saúde”, disse Giacobo.

O próximo passo, segundo Giacobo, é garantir a manutenção e o custeio do complexo hospitalar. “Não faltarão recursos para isso. Estamos trabalhando junto ao Estado e ao governo federal para garantir dinheiro para custeio, insumos, medicamentos e todo material necessário”, completou.

Deixe um comentário